12 de mar de 2009

Ministério Público instaura inquérito sobre concurso da COHAB

O Ministério Público de Santa Catarina instaurou o Inquérito Civil nº 002/2009, para apurar supostas irregularidades no concurso público realizado recentemente pela COHAB - SC.
Penso que, se realmente for detectada alguma irregularidade que compromenta a legitimidade do concurso, deve o mesmo ser anulado e punidos severamente os responsáveis.
Mas também fico preocupado com aqueles que se dedicaram, não tem nada a ver com a suposta irregularidade, e passaram honestamente no concurso. Em caso de anulação, quem vai reparar os danos causados a essas pessoas, não só financeiros (deslocamento, hospedagem, etc.), mas também o tempo perdido com a preparação para o concurso?

Segue abaixo os dados do Inquérito, conforme publicação no Diário Oficial do MPSC de 20.02.2009:
EXTRATO DE INSTAURAÇÃO DE INQUÉRITO CIVIL N. 002/09
COMARCA: Capital
PROMOTORIA DE JUSTIÇA: 27ª
INQUÉRITO CIVIL N. 002/09
Nº da Portaria de Conversão: 002/09
Data da Instauração: 29/01/09
Objeto: Suposto direcionamento do concurso público regido pelo edital n. 08/2008, destinado ao provimento de cargos efetivos
nos quadros da Companhia de Habitação do Estado de Santa Catarina - COHAB, em tese cometido pela empresa Prima Face
Consultoria e Assessoria em Concursos e pela Diretora Presidente da COHAB, Maria Darci Mota Beck, de forma a favorecer
funcionários terceirizados que prestam serviços à referida Sociedade de Economia Mista.
Partes: Requerente: Anônimo; Requerido: Companhia de Habitação do Estado de Santa Catarina - COHAB; Prima FaceConsultoria e Assessoria em Concursos e Maria Darci Mota Beck.
Promotor de Justiça: Alexandre Herculano Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Em "Comentar como" favor selecionar "Nome/Url" e preencher nome ou apelido. A URL é opcional.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs